Gigantes se unem para criar novo formato de vídeo.

logo4-43801c2abb02cd75-600x337Olá caros leitores, vale a pena ressaltar nossas desculpas pelo atraso em comentar essa divulgação.

No dia primeiro do mês de setembro foi anunciada a Alliance for Open Media, o consórcio que prevê o desenvolvimento de um codec em código aberto e livres de royalties para prover streaming de vídeos em alta qualidade através de aparelhos em diversos formatos, é constituído por gigantes do mercado de informática, entre elas estão: Amazon, Cisco, Google, Intel, Microsoft, Mozilla e Netflix. O objetivo é contribuir com seu conhecimento técnico para tentar  atender a demanda online de alta qualidade – incluindo  ultra-alta definição de vídeo, áudio, imagens e streaming através de inúmeros dispositivos para servir usuários no mundo inteiro.

O foco inicial da Aliança é oferecer um formato de vídeo de próxima geração que é:

  • Interoperável e aberta
  • Otimizado para a Web
  • Escalável para qualquer dispositivo moderno em qualquer largura de banda
  • Projetado com uma pegada computacional baixo e otimizado para o hardware
  • Capaz de, da mais alta qualidade, a entrega de vídeo consistente em tempo real
  • Flexível para ambos conteúdo comercial e não comercial, incluindo o conteúdo gerado pelo usuário

Um post no blog Mozilla do Mozilla CTO David Bryant mostra detalhes, raciocínio e preocupações dos participantes.

“Um dos maiores desafios no desenvolvimento de normas abertas em um campo como codecs de vídeo é descobrir como avaliar as patentes. A Aliança oferece um local para nós para compartilhar o trabalho braçal legal sem ter que se preocupar com isso sendo usado contra nós na estrada.

Que distribui a carga, nos permite inovar mais rápido e mais barato, e dá a todos mais confiança de que estamos realmente produzindo um codec livre de royalties.”

A Aliança irá operar sob regras de patentes do W3C e liberar código sob uma licença Apache 2.0, disse Bryant.

A Aliança para o Open Media é um projeto da Fundação de Desenvolvimento Conjunto, uma organização sem fins lucrativos que fornece especificamente o enquadramento empresarial e jurídica para os padrões e colaborações de código fonte.

Outros  participantes interessados ​​na arena de vídeo on-line, que não são parte da aliança, ainda, incluem a Apple,  Sony, Adobe, Facebook, Twitter, Roku, Vimeo e Hulu. Mas eles são bem-vindos.

Bryant disse em seu post, “Os membros iniciais são apenas um começo. Nós convidamos qualquer pessoa com interesse em vídeo, online ou off, para se juntar a nós. ”

Informações adicionais, incluindo como participar, estarão disponíveis ainda este ano. Enquanto isso, você pode se juntar a lista de endereços para se manter atualizado sobre as atividades do grupo.

Não posso deixar de expor minha opinião sobre o assunto, que não é apenas interessante, mas também inovador. Atitudes como essa mostram o que será a tecnologia e softwares do futuro. Um movimento desses, com empresas de grande expressão no meio tecnológico enriquece cada vez mais o nosso bom e velho software livre, mostra que sim, ele é seguro, ele é confiável, e que ele vem cada vez com mais força para nos ajudar.

Fonte: TNW News, Alliance for Open Media.

News , , , , , , , , , 17/09/2015 08:45 Deixe um comentário

Matheus Henrique de Souza

Matheus Henrique de Souza

Estudante de Técnico em Informática no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Câmpus Venâncio Aires, entusiasta em software livre e desenvolvimento de software.

Outras publicações do autor (7)

Deixe seu comentário

Website