057 Libera Geral e Obituário

opencast_episodio_57

Mais um episódio no ar e mais uma vez falamos de alguns acontecimentos desse tempo onde não saíram episódios, está difícil terminar as pautas e acertar as agendas para sair um episódio temático. Neste episódio Ivan e Diego voltaram a falar sobre algumas notícias, até gravamos mais cedo para que o Aprígio pudesse participar diretamente da Itália, mas um problema de saúde com a filha dele(já superado) acabou impedindo que isso acontecesse. Estreamos dois novos quadros, o Libera Geral e o Obituário, só ouvindo para saber o que tratamos neles. Mesmo o Aprígio não estando presente, o bônus no final acabou sendo dele, ouve lá para conferir.

Finalmente nossa loja está no ar e é diferente da maioria das lojas de outros podcasts pois não vendemos camisetas e canecas, vendemos tudo que tenha relação a informática, incluindo computadores com Linux pré-instalado. Qual loja online, relacionada a sites e podcasts, que vende materiais e equipamentos de rede? Só a nossa. Corre lá e aproveita o cupom de desconto “OPENCAST”, sem as aspas para ter 7% de desconto. Aproveita e se cadastra para receber no seu email novas promoções exclusivas. Só para fixar melhor, nosso endereço é loja.tecnologiaaberta.com.br.

Se você é do Rio Grande do Sul ou Santa Catarina e precisa de serviços de cabeamento estruturado, câmeras de segurança dentro do padrão de cabeamento estruturado, nobreaks(venda e manutenção), som ambiente, equipamentos de informática de padrão corporativo ou ainda consultoria na área de T.I., não deixe de entrar em contato com nosso patrocinador Dataware pelo telefone (54) 3712 0177.

Links do episódio

Twitter: @tecnologiaabert

Facebook: http://www.facebook.com/tecnologiaaberta

Google+: Tecnologia Aberta

Instagram: @ubunterobr

Youtube: Tecnologia Aberta

E-Mail: opencast@tecnologiaaberta.com.br

Feed do Opencast: http://tecnologiaaberta.com.br/feed/opencast/

iTunes: http://itunes.apple.com/br/podcast/id424732898

Créditos das músicas usadas neste programa:
Josh Woodward

Opencast , , , , , , , , , , , , , , , 07/12/2015 00:05 4 Comentários

4 Comentários

  1. Como desta vez não demorei para ouvir o episódio, não irei demorar para comentar.

    Sobre o Toy Story, não tenho certeza quando as estações de trabalho, mas os servidores que renderizaram o filme eram Debian. O motivo é simples, o Debian é feito pelos seus desenvolvedores para eles mesmos. No caso quem estava coordenando o projeto na época, trabalhava para a Pixar. O que explica o nome das versões serem personagens de Toy Story até hoje. Para quem quiser conferir: https://people.debian.org/~miriam/toy_story/, faltando apenas o atual stable que é a Jessie, e testing o Stretch.

    Não tenho certeza se é verdade, como também não consegui encontrar uma fonte, porém ouvi uma vez que o Windows era compilado num Linux com GCC. Então se apagar todo o rastro do Linux do mundo, o Windows iria junto, pelo menos as versões mais recentes, se isto for verdade.

    Também utilizo o Thunderbird. Com relação a novos recursos, não vejo muita necessidade, o email ainda é o mesmo de muitos anos atrás. Mas acho importante ter correções em relação a falhas de segurança e manter as bibliotecas atualizadas, como o XULRunner utilizado pela Mozilla. Uma migração para o GTK3, assim como o que está ocorrendo com o Firefox, já daria uma ótima longevidade ao programa no meu ver.

    Com relação ao Evolution, gostava bastante até vir as primeiras versões do GTK3 e começarem os problemas da aplicação fechar sozinha. Nunca cheguei a usar o KMail. A outra opção seria o Claws Mail, mas ainda é GTK2 também.

    Também comprei um arduino, e da mesma forma não achei muita utilidade para o mesmo. Os projetos que utilizam o mesmo são bem bacanas, porém não tive nada para desenvolver que eu realmente fosse utilizar. O mais longe que fui foi uma biblioteca para permitir a comunicação com o computador, via serial ou shild Ethernet (API REST), permitindo tirar a lógica do arduino e programar no computador em Python, por exemplo. Seque os links para quem tiver interesse: https://github.com/eduardoklosowski/vdlkino e https://github.com/eduardoklosowski/vdlkino-python (exemplo de código incluso no readme).

    Fazem alguns anos que possuo alguma quantia em Bitcoins, porém tirando alguns Humble Bundle, ainda não utilizei a moeda em nenhum outro lugar. Ou seja, para mim ainda não é viável sua utilização.

    A respeito do telegram, até onde eu saiba, a única coisa não livre é o código do servidor, mas o protocolo e cliente sim, então não é preciso executar nenhum binário proprietário para utilizar o mesmo. Agora não me admira o que aconteceu com o WhatsApp, que é controlado por uma empresa conhecida publicamente por filtrar e ocultar conteúdo entregue a seus usuários.

    Já faz tempo que abandonei o PHP, porém existiu uma versão 6, ou pelo menos uma discussão de uma nova remodelação da linguagem. Ouvi isso em 2008, mas já se falava a algum tempo, como não teve muito apoio, acabaram pulando esta versão. Mas PHP já é fracamente tipado, uma vez que strings e inteiros são convertido automaticamente debaixo dos panos, exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=pIoYgBGcEAk&t=202.

    E finalmente ao Diego, deixo os meus parabéns.

    • Diego T. disse:

      Eduardo, conforme este artigo http://www.wired.com/1995/12/toy-story/ , o filme Toy Story de 1995 foi renderizado em estações de trabalho Silicon Graphics e Sun, provavelmente em sistemas operacionais baseados em UNIX que cada uma das empresas citadas utilizava na época em seus produtos. Não sabia durante a gravação que tipo de máquina era utilizado na época, mas tinha a impressão de que eram sim algo como CGI ou SUN (no caso ambos) que rodaram o software “renderman” 🙂 E quanto a esta história do windows… Improvável mas não impossível depois da entrada do Satya Nadella e impossível durante a gerência do Steve Ballmer hehehe.

  2. Novo no mundo do cast. O trabalho de vcs e espetacular. Como o Raul seixas, vi o mandriva surgi. Minha primeira distro foi kurumin, até então não conhecia outro sistema q não o windows. Enfim quando VC faz um curso de informática, na verdade faz curso de windows.

  3. Bem, enquanto fui ouvindo o cast fui separando uns tópicos para comentar por aqui:

    01. PHP7, mas e o PHP6? Acontece que teve uma votação para ver qual nome levaria essa nova versão, e óbviu, PHP7 levou. Um ponto defendido (e que apoio) é que após lançamento do PHP 5.x (não lembro ao certo qual) se especulou de lançar o PHP6. Com isso, muita gente espertinha por ai começou lançar livros e cursos “Aprenda PHP6”, mesmo sem sequer ter essa versão ainda, coisa que pegou muita gente que queria começar na área a serem enganados com as propagandas. Assim, PHP7 pulou essa falácia generalizada e aqui está, lindamente. 🙂

    02. Vocês falaram da jogada do WhatsApp excluindo links do telegram mas não citaram sobre o bloqueio e a queda do mesmo. Acredito que quando foi gravado ainda não havia ocorrido isso. Mas de qualquer modo, deixo aqui um link bacana que fala sobre esse bloqueio por “outros” olhos: http://gjuniioor.github.io/blog/consequencias-bloqueio-whatsapp/. Vale a leitura.

    03. Função ereg(i): Bem, PHP é uma linguagem que nasceu apenas para resolver um problema do seu criador. Fato. A comunidade abraçou e portanto ela cresceu. Melhorias vem acontecendo (ainda bem!) e a remoção das funções ereg(i) foi uma delas. Foi “substituída” pela preg_match, num intuíto de padronizar a utilização das regex feitas. Em minha opinião, muito melhor como está agora. Quem sabe utilizar regex com PHP não se bate para o fazer em qualquer outra linguagem. Coisa que antes aconteceria.

    04. “Ninguém ganha do C++ em performance”. C, vem cá para a briga rapidinho. kkkk

    05. Com esse novo quadro “Obituário”, sei que se trata de projetos e tudo mais, mas acredito que no próximo cast deveria dar uma atenção especial e saudar o Ian Murdock. :,(

    06. E nesse clima triste que ficou o fim do comentário, gostaria de desejar forças e representar meus pêsames ao Diego, que foi dito que casou. Você supera, que a força esteja com você. rs’

    Flwsssss!!!

Deixe seu comentário

Website