A indústria dos antivírus para linux

Nenhuma novidade no horizonte, a não ser a necessidade de se instilar insegurança nos usuários linux, a fim de que comprem as soluções de antivírus disponíveis no mercado.

Depois do “terrível” bug do grub2, onde você precisa teclar backspace VINTE E OITO vezes para ter acesso ao sistema, sem explicar como um santo mal intencionado teria acesso ao seu computador sem que você soubesse, vem aí outro vilão.

Sim, o mais novo demônio é o Linux.Ekocms.1, que tira screens de sua tela e manda para um servidor cavernoso por proxy e daí pode descobrir suas senhas etc e tal.

Curiosamente a fabricante do antivírus comercial não diz como se “pega” o trojan. Assim, você não tem como tomar medidas de prevenção e proteger-se, dispensando-o de gastar seu precioso dinheirinho.

Qualquer sistema operacional é vulnerável, se você escolhe senhas fracas, deixa serviços rodando desnecessariamente em background, instala toda e qualquer porcaria de repositórios não oficiais, entre outras tenebrosas medidas.

O linux é seguro, mas você deve fazer a sua parte. E, uma delas, é ficar atento a notícias que instilam medo, a fim de criar um sentimento de insegurança e vender pseudo soluções a torto e direito.

E ao comprar uma delas, você não está livre de nenhum perigo em potencial, entregando sua responsabilidade em mãos de terceiros, pois foi-se o tempo em que não responder a pacotes icmp era sinônimo de segurança na internet.

Pense nisso!

Comportamento, linux, News, Segurança , , , 22/01/2016 08:00 Deixe um comentário

Antonio Carlos V. da Silva

Antonio Carlos V. da Silva

Apenas um latino americano, sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vivendo no interior.

Outras publicações do autor (12)

Deixe seu comentário

Website