Linux Mint: o buraco é mais embaixo

O recente mico envolvendo o linux mint é, no mínimo, escandaloso. Não só o fórum foi comprometido desde janeiro, como conseguiram alterar uma iso e colocar para download.

E, a exemplo do fórum, será que estava comprometida apenas a versão com o cinnamon, e somente a do dia 20?

A estabilidade do linux não foi conquistada da noite para o dia. E o mint lança dúvidas em todo o ecossistema, principalmente pelos não técnicos, que mudam de sistema operacional por preocuparem-se com a “segurança”.

Mas isso não é tudo. Os desenvolvedores tem outra conduta pra lá de tenebrosa: simplesmente não aplicam as atualizações do ubuntu se estas “comprometerem a estabilidade” do cinnamon!

Ficou bem claro ou quer que eu repita?

Se um pacote “quebra a compatibilidade” (???) com o gerenciador de janelas criado pelo mint, ele é solenemente ignorado, a menos que você recorra ao apt via terminal.

Isso acontece com o kernel e binários da versão “estável” do mint, onde pacotes antigos permanecem nos repositórios mesmo que hajam atualizações, se for necessário para o bom funcionamento do cinnamon.

Com posturas deste porte, pode-se levar a sério a equipe que desenvolve esta remasterização do ubuntu? Sim, remasterização! Tirante o cinnamon, as demais iso’s são uma vergonhosa mudança de temas, nada mais.

O linux mint mostrou o que é: uma coleção de refisefuquis, mantidas por uma equipe irresponsável, que não tem fôlego ou não quer fazer um trabalho profissional.

Não há mais espaço para distro romântica, trabalho amador, sem comprometimento com a qualidade e a segurança. Nenhum trabalho deste porte evolui com contribuições de fim de semana.

A menos que seja apenas o que é: uma remasterização demonstradora de tecnologia, sem os pés no chão, sem visão de futuro, que apoia-se num mundo imaginário que há muito não existe mais.

Pense nisso no seu próximo download.

linux, Segurança, Ubuntu , , , , , 03/03/2016 20:23 3 Comentários

Antonio Carlos V. da Silva

Antonio Carlos V. da Silva

Apenas um latino americano, sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vivendo no interior.

Outras publicações do autor (12)

3 Comentários

  1. daniel disse:

    mas e as atualizações que o debian disponibiliza, caso quebre o cinnamon ele também ignoram ? caso façam isso com o debian a situação da feia mesmo.

    • Antonio Carlos disse:

      A conduta do debian é diferente Daniel. Veja bem: nesta distro, se um pacote quebra o cinnamon, lança-se uma correção para este mesmo pacote, a fim de manter a compatibilidade. já a equipe do mint faz diferente: não atualiza um pacote se ele pode causar problemas no cinnamon, ou exigir uma atualização desta interface gráfica.

  2. daniel disse:

    É exatamente isso que estou querendo dizer, sei da solidez do debian, o problema é a equipe do mint não aplicar a atualização que a distro na qual eles se baseian tenha disponibilizado, só pra não quebrar a interface gráfica ou qualquer outra perfumaria

Deixe seu comentário

Website