062 Forum do Ubuntu é hackeado

opencast_episodio_62

Está no ar mais um episódio do Opencast e neste episódio Ivan e Diego comentam algumas notícias dos últimos dias desde o último episódio. O áudio não ficou muito bom, você pode perceber a diferença de qualidade entre o áudio do espaço da comunidade e o restante do episódio, isso se deve a termos voltado a gravar pelo Hangout que já me convenceu a desistir dele e voltar aos métodos antigos.

Finalmente nossa loja está no ar e é diferente da maioria das lojas de outros podcasts pois não vendemos camisetas e canecas, vendemos tudo que tenha relação a informática, incluindo computadores com Linux pré-instalado. Qual loja online, relacionada a sites e podcasts, que vende materiais e equipamentos de rede? Só a nossa. Corre lá e aproveita o cupom de desconto “OPENCAST”, sem as aspas para ter 7% de desconto. Aproveita e se cadastra para receber no seu email novas promoções exclusivas. Só para fixar melhor, nosso endereço é loja.tecnologiaaberta.com.br.

Se você é do Rio Grande do Sul ou Santa Catarina e precisa de serviços de cabeamento estruturado, câmeras de segurança dentro do padrão de cabeamento estruturado, nobreaks(venda e manutenção), som ambiente, equipamentos de informática de padrão corporativo ou ainda consultoria na área de T.I., não deixe de entrar em contato com nosso patrocinador Dataware pelo telefone (54) 3712 0177.

Produtos Diostore

Links do Episódio

Libera Geral

Obtuário

Twitter: @tecnologiaabert

Facebook: http://www.facebook.com/tecnologiaaberta

Google+: Tecnologia Aberta

Instagram: @ubunterobr

Youtube: Tecnologia Aberta

E-Mail: opencast@tecnologiaaberta.com.br

Feed do Opencast: http://tecnologiaaberta.com.br/feed/opencast/

iTunes: http://itunes.apple.com/br/podcast/id424732898

Opencast , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , 08/08/2016 22:50 6 Comentários

6 Comentários

  1. Mário RPG disse:

    Fui citado nesse episódio,

    se não acredita que esse hélio é um grande mentiroso, então veja isso:

    http://www.sempreupdate.org/2016/08/richard-stallman-ofensa-gnu-linux.html?m=1

    • tecnolog disse:

      Vamos lá, respeito o trabalho do Emanuel, mas o texto começa chamando Gnu de sistema operacional, o que não é correto. O artigo também fala de um artigo mas não dá link para este artigo, deixando por conta do leitor procurar e ter a sorte de cair no artigo ao qual ele se refere. Finalizando, o artigo não desmente nada do que o Helio faltou. Completando, ao entrar no site gnu.org vemos que eles falam que gnu é um sistema operacional, mas no final das contas recomendam a utilização do Linux, sim, do GNU/LINUX, apenas sem os blobs, mas ainda sim, GNU/LINUX, e não GNU.

      • Dênison Knob disse:

        Boa tarde Ivan!

        Por preguiça, cito a wikipédia:
        “GNU é um sistema operacional tipo Unix cujo objetivo desde sua concepção é oferecer um sistema operacional completo e totalmente composto por software livre ..”
        https://pt.wikipedia.org/wiki/GNU

        É importante lembrar (e avisar quem não conhece) que o projeto GNU tem um kernel próprio (GNU Hurd – https://pt.wikipedia.org/wiki/GNU_Hurd), e existem sistemas que o utilizam (Debian GNU/Hurd, Arch Hurd).
        O próprio artigo acima fala do Hurd.

        O que o Stallman nunca gostou é que deviam chamar de GNU Linux, e não só de Linux as distribuições com o kernel criado pelo Linus Torvalds que utilizam as ferramentas GNU (programas de apoio).
        Se me lembro bem duma definição de sistema operacional é que é composto pelo Núcleo + programas auxiliares (ferramentas de configuração, editor de texto, ..)

        Em resumo é isso: chamem corretamente de “GNU Linux” senão o Stallman fica chateado por esquecerem da parte GNU.

        Abraço e bora ouvir o resto do cast dessa semana.

        • tecnolog disse:

          Olá Dênison,

          Obrigado por suas contribuições. Citar a wikipedia realmente está complicado, se eu entrar lá agora e editar ela, a verdade será a minha, até estou acompanhando um problema onde a informação correta é colocada e vários “militontos”(não é wiki de político, é de software livre mesmo) retiram as alterações para que a verdade deles seja considerada e não a realidade.

          A wiki não fala muito além do que está no site gnu.org, dizendo que GNU é um sistema operacional, repito que não é. Conceitualmente, sistema operacional nada tem relação com editores de texto, compiladores e bibliotecas, isso é forçar a barra. Sistema operacional é o sistema que conversa com a máquina, o restante é perfumaria. O sistema operacional é responsável por decidir quem vai ganhar processador, como a memória vai ser gerenciada, como será a conversa com drivers e etc. Compiladores, editores de texto, bibliotecas e outras coisas não são o sistema operacional, o nome que damos a isso no caso do Linux é Distribuição, inclusive por isso muita gente não liga em chamar o GNU/Linux de apenas Linux. Se tirarmos as ferramentas do projeto GNU, podemos botar outras no lugar, o Linux não está preso a elas.

          Ainda no usei nenhum sistema com o Hurd e não sei se ele está pronto para ser usado. Prefiro não tecer comentários baseados apenas em wiki. Quem sabe em breve eu venho a falar sobre ele. Anotei aqui para testar ele.

          • Concordo quando você diz que GNU não é um sistema operacional, na verdade GNU é o nome do projeto para fazer um sistema operacional livre. Porém sua definição de sistema operacional está bem distorcida.

            Olhando no site do Debian (https://www.debian.org/intro/about.pt.html), temos a seguinte definição “Um sistema operacional é o conjunto de programas básicos e utilitários que fazem seu computador funcionar”, que vai de encontro a todas as definições de sistema operacional que vi em aulas de cursos técnicos e superiores. Logo em seguida comenta sobre o kernel, “O kernel é o programa mais fundamental no computador e faz todas as operações mais básicas, permitindo que você execute outros programas”. Então a definição do que você chamou de sistema operacional é na verdade apenas o kernel.

            Continuando com “uma grande parte das ferramentas básicas que formam o sistema operacional são originadas do projeto GNU; daí os nomes: GNU/Linux, GNU/kFreeBSD e GNU/Hurd”, principalmente o GNU Coreutils (https://packages.debian.org/jessie/coreutils), nesse ponto temos os utilitários. Bibliotecas também são importantes, uma vez que através de uma biblioteca como a libc6 (https://packages.debian.org/jessie/libc6 e https://packages.debian.org/jessie/libc6-dev), que temos acessos as chamadas ou funções de sistema (printf, scanf…). Sendo que o usuário vai interagir com o sistema via shell principalmente.

            Com isso tudo, explica a frase “o sistema operacional que criamos é chamado Debian”, ou seja, os sistemas operacionais que usamos hoje em dia são compostos de várias peças: kernel, bibliotecas básicas, shell… Porém a padronização das mesmas permite sua fácil troca, por isso dando a impressão que a mesma não faz parte do sistema operacional, ou que realmente seja uma coisa a parte do sistema operacional, podendo criar dúvidas como se trocar o bash pelo zsh teria um sistema operacional diferente?

            Mas vamos olhar para o Windows, as versões Vista, 7, 2008 e 2008r2 compartilham o mesmo kernel, tanto que as alterações de kernel para uma é válida para todas as outras (https://support.microsoft.com/pt-pt/kb/2685811), mas são o mesmo sistema operacional? Vamos comparar um GNU/Linux de PC com o Android, ambos tem kernel Linux, e só isso que tem em comum, todo o resto é totalmente diferente, tanto que muitos usuários negam e recusam a aceitar quando informados que Android é/usa Linux.

            Você até pode retirar o compilador do sistema operacional, como no Windows, porém desta forma você nunca terá o controle real do mesmo. Hoje sem a versão correta do GCC você não consegue compilar um módulo para o kernel, então é algo que pelo menos faz parte do desenvolvimento do sistema, só não vai importar para o usuário final, se ele nunca chegar a desenvolver para o mesmo.

            Se procurar na literatura, verá que as definições de sistema operacional não define muito bem o que faz parte ou não, ou meio que se contradizem, mas um sistema operacional não é formado apenas pelo kernel, vide exemplos que usam o mesmo kernel. Porém trocar o apenas o kernel não mantêm exatamente o mesmo sistema operacional, vide Debian GNU/Linux e Debian GNU/kFreeBSD, onde muitas coisas de mais baixo nível mudam, embora ainda tenham os mesmos comandos (coreutils…) e a interface para o usuário seja a mesma (não estou dizendo interface gráfica, uma API também é uma interface).

            Com relação a chamar o sistema operacional de Linux ou GNU, o certo mesmo é dizer que é um sistema operacional com um deles, e não que um sozinho faz o sistema operacional. Mas se for para escolher apenas um quando for falar, até pro praticidade, eu prefiro GNU, umas vez que não importa se é GNU/Linux ou GNU/kFreeBSD, para o usuário, o sistema terá a mesma interface, diferente de quando se diz Linux, onde o sistema operacional pode ter tantas diferenças quando entre um GNU/Linux de PC e um Android.

        • tecnolog disse:

          Estou patrolando informação no submundo e pode ser que eu mude minha ideia. Mais informações nos próximos posts.

Deixe seu comentário

Website